Pessoas praticando pranayama em aula de yoga

O poder dos Pranayamas

Pranayama é o quarto elemento do yoga, ao lado dos Yamas , Niyamas e dos famosos Ásanas. “Prana” é uma palavra de origem sânscrita que significa “energia vital” (também conhecido como chi), a energia que sustenta nosso corpo e é responsável pela vida ou pela força vital. Já o sufixo “Ayama” significa expansão ou controle.

Portanto, pranayama é o termo usado para se referir ao “controle da respiração”, ao método de fazer circular essa energia vital por todo o corpo. Pranayama é um dos pilares do yoga e, tal como os demais, uma prática poderosa que deve andar de mãos dadas com a sua prática no tapetinho.

Seja no início, no final, ou mesmo durante sua sequência de ásanas, os pranaymas são indispensáveis para quem quer explorar em profundidade a filosofia e as técnicas do yoga tradicional.

Pranayama: respirar é fundamental

A fisiologia moderna explica que a respiração faz parte de um sistema nervoso “autônomo”, isto é, aquele que, a princípio, funciona por conta própria, sem que seja preciso um comando consciente.

Podemos regular nossa respiração para reorganizar nossa atitude diante de um evento”

No entanto, é sabido que podemos, voluntariamente e propositadamente, regular nossa respiração para reorganizar nossa atitude diante de um evento, uma decisão ou uma dificuldade que requer distanciamento, concentração e calma.

A maior parte de nós respira sem sequer observar que isso acontece, mas todos já passamos por experiências onde nossa respiração teve um papel decisivo, provando que ela tem total relação com o nosso estado emocional e físico.

Mulher respira profundamente

A respiração tem relação direta com nosso estado físico e emocional.

Quando nossa respiração está agitada, frenética, superficial, nosso organismo inteiro está sofrendo de ansiedade. Já quando respiramos profundamente e de forma cadenciada, assumimos um estado de tranquilidade e conforto. Uma boa noite de sono faz com que acordemos assim, com a respiração longa e profunda, e o corpo naturalmente relaxado.

Quando praticamos Pranayama no dia a dia

Quando estamos nervosos e precisamos nos acalmar, ou quando estamos prestes a dar um grande passo em nossas vidas, a primeira coisa que fazemos é respirar fundo. Não é mesmo?

Sempre que buscamos força, concentração ou equilíbrio, recorremos à respiração como uma grande aliada. E isso não acontece por acaso. A respiração é algo muito poderoso, e de fundamental importância para regular nosso estado físico e mental, podendo influenciar positivamente todo o decorrer do nosso dia.

O que significa pranayama

No yoga e na meditação, as técnicas de respiração consciente são chamadas de Pranayama e auxiliam não só o momento da meditação ou dos ásanas como também nos ajuda a transformar nossa conduta diária, afetando positivamente as decisões que tomamos ao longo do dia.

Percebemos, portanto, que controlar a função respiratória é a chave para o equilíbrio, e aquele que assumir este comando sobre si mesmo pode atuar como um guia da respiração para multiplicar sua força vital e orientar suas práticas meditativas.

Vantagens da respiração consciente

O pranayama é, portanto, a maneira mais rápida de nos trazer de volta para o momento presente, normalizando as condições de calma e tranquilidade do nosso corpo físico. Mas, para além dos efeitos mais evidentes da respiração lenta e consciente, existem muitos outros benefícios a serem considerados, dentre eles, os de que a respiração consciente:

  • Estimula o cérebro através da liberação de elementos químicos conhecidos como endorfinas, que combatem a depressão;
  • Ativa a glândula pituitária, à qual são atribuídos os elementos da intuição;
  • Reduz toxinas nos pulmões;
  • Promove a limpeza do sangue;
  • Energiza e aumenta a vitalidade;
  • Regula o equilíbrio do pH, o que contribui com o controle do stress.

Como fazer pranayama

Por isso, durante o yoga ou a meditação, movemos nossa atenção conscientemente à respiração, criando uma poderosa conexão entre mente e corpo que cultiva a presença de espírito. Nas palavras de Ram Dass:

Pranayama nos permite verdadeiramente “estar aqui agora” – Ram Dass

Existem inúmeros Pranayamas com diferentes objetivos: para esfriar o corpo, para se aquecer, para liberar a ansiedade ou para se energizar, dentre tantos outros. Se você é novo nos exercícios de controle da respiração, aqui estão três técnicas simples que você pode tentar em casa hoje mesmo. Mas se você já está um pouco mais familiarizado com as práticas do yoga e da meditação, tente essas 4 técnicas de respiração para sua meditação.

Gostou? Então, talvez você se interesse em aprender um pouco mais sobre:

  • Ásanas
  • Meditação
  • Mantras
  • Vegetarianismo
  • Yoganidra
  • Mudras
WE LOVE YOGA