O significado do yoga

Yoga: o que significa

Yoga é uma filosofia de vida que busca o equilíbrio do corpo e da mente, a ampliação da consciência e a união do indivíduo à sua verdadeira natureza e à natureza do universo. Originário da Índia, o yoga é pode ser entendido como um conjunto de práticas e conhecimentos desenvolvidos há mais de 5.000 anos e, ainda que admita inúmeras vertentes e derivações,  a essência se preserva em torno de um objetivo comum: harmonizar o corpo e a mente. Para isso, o yoga faz uso de três pilares: técnicas de respiração (pranayamas), posturas de yoga (ásanas) e meditação.

Leia também: Yoga ou Ioga?

O que é Yoga

BKS Iyengar origens do Yoga

Com uma proposta ampla e ao mesmo tempo profunda, não é de se estranhar que tantas dúvidas pairem sobre o significado e a própria essência das práticas de yoga. Há quem diga que o yoga sempre esteve presente na nossa vida, e que se manifesta há muitas e muitas gerações nos gestos mais triviais do nosso cotidiano.

Temos praticado desde que somos bebês! Por exemplo, fazendo a postura do gato, para alongar a coluna. Você sempre vê as crianças fazendo algum tipo de yoga durante o dia.” – Arte de Viver

Origem do yoga PatanjaliMesmo assim, definir o yoga não é uma tarefa fácil. Existem muitas derivações da filosofia, do conceito, das práticas e, inclusive, das traduções usadas para o termo sânscrito “yuj”, que originou a palavra ‘yoga’ e que em uma visão ampliada significa “unir ou integrar”. O professor e pesquisador de yoga Pedro Kupfer ilustra bem esse prisma de visões e significados:

Algumas pessoas definem o Yoga como arte ou ciência. Outras, como exercício ou técnica. Outras, como doutrina ou religião. Há gente que pensa que o Yoga seja um estilo de vida ou uma cultura. Porém, originalmente, o Yoga nasceu como uma visão muito especial sobre o ser humano e seu papel na ordem das coisas, que incluía um caminho prático para o crescimento pessoal. Um caminho que conduz o ser humano à compreensão de si mesmo.” – Pedro Kupfer

Sem uma visão clara das correntes que formaram essa filosofia, corremos o risco de aprisionar o real significado do yoga a conceitos e definições restritas aos paradigmas da sociedade moderna. “Às vezes temos a sensação de que alguma coisa fica faltando, de que o Yoga se recusa a ficar aprisionado num conceito”, completa Kupfer.

Origens do YogaÉ importante que cada um de nós tenha a oportunidade de tecer sua própria experiência com o yoga, e construir sua própria jornada dialogando sempre que possível com os Yoga Sutras (um compilado sobre a filosofia e prática do Yoga feito por Patañjali) e com a comunidade do yoga, além é claro de trazer à luz suas próprias reflexões a respeito da jornada do autoconhecimento.

Dessa forma, o significado do termo yoga evolui na medida em que ampliamos nossa percepção sobre o mundo e as relações que se dão em diversos níveis de consciência. O estudo dos Yoga Sutras e a observação dos estudos disseminados pelos antigos iogues são fundamentais para se conectar a essência e entender a correlação das práticas. Houve muitos iogues influentes ao longo do caminho para cultivar a prática que todos conhecemos hoje como yoga.

Mas se você está realmente curioso a respeito das origens do yoga, talvez seja a hora de lançar um olhar atento ao Oriente, especialmente para a Índia. Veja o porquê…

Onde nasceu o Yoga

A história do yoga

O yoga nasceu há pelo menos 5 mil anos, na Índia, considerada por muitos o berço da espiritualidade e da religião. O que não significa que o yoga tem qualquer ligação com uma doutrina religiosa, mas que ao contrário do que vemos hoje, as práticas originais não se concentravam apenas nos aspectos físicos – posturas ou ásanas – e o yoga não tinha exatamente um foco em exercícios para o corpo.

A filosofia, na verdade, aborda desde o início o desenvolvimento de um olhar consciente sobre si mesmo, investigando o indivíduo e sua relação com o meio, em um inquérito aprofundado das percepções e conhecimentos da mente. A consciência do corpo e o potencial de ativação que se dá através das posturas físicas é parte importante dessa jornada, mas não está sozinha.

 CURIOSIDADE
Tradicionalmente, o yoga era praticado somente por homens, mas hoje, as mulheres tornaram-se o gênero predominante na prática do yoga.

Os conceitos do Yoga foram trazidos ao Ocidente durante o século 19, como parte de uma corrente de estudos do Oriente, que incluía também temas relacionados à saúde e ao vegetarianismo, e que se desenvolveu durante toda década de 1930. Trinta anos mais tarde houve uma grande migração de professores de yoga indianos que partiram para todos os cantos do mundo com a missão de disseminar a filosofia e expandir as práticas do yoga.

Yogananda traz o yoga para o Ocidente

Em meio a esse processo de expansão, o yoga assumiu novos olhares e contextos, originando inúmeras subcategorias ou especialidades. Hoje, sobretudo no Ocidente, o yoga é visto não apenas como uma filosofia de vida, mas também como sistema holístico procurado por quem busca saúde e qualidade de vida, e ganhou fama por auxiliar as pessoas a manterem o foco e o equilíbrio das emoções, além de agir no aumento da flexibilidade e tonificação muscular.

O yoga trabalha as emoções, ajuda as pessoas a agirem de acordo com seus pensamentos e sentimentos, além de trazer um profundo relaxamento, concentração, tranquilidade mental, fortalecimento do corpo físico e o desenvolvimento da flexibilidade.”

Amplamente difundido, o yoga cresceu com sua proposta principal: auxiliar a jornada individual do autoconhecimento.  E também com a oferta de inúmeros benefícios ligados à saúde, bem-estar e qualidade de vida. Hoje, a temática conta com uma ampla rede de estudiosos, professores e escolas que se destinaram a desenvolver dia após dia o ensino e a prática do yoga.

Professora de yoga

Dessa rede, nasceram novas perspectivas e métodos, que hoje integram o cotidiano de pequenas e grandes cidades em todo o mundo. Através de centros, escolas, estúdios ou mesmo em aulas particulares de yoga, a filosofia se mantém viva e alcança um número cada vez maior de pessoas.

O conjunto de práticas – ásanas, pranayama e meditação – é oferecido em escolas, creches e até mesmo em empresas, que buscam ampliar a qualidade de vida, o foco e a concentração de seus colaboradores.

Aulas de Yoga

É comum quem não tem contato com o conceito associar yoga a séries de alongamento físico que resultam em jovens atletas super flexíveis.

10 locais que oferecem aulas de yoga grátis em São Paulo

Muitas vezes, quando convidamos conhecidos, amigos e familiares a uma aula experimental, ouvimos algo do tipo “eu não sou flexível”, “eu estou velha demais pra isso” ou então “eu não tenho paciência para meditar”. Costumamos acabar com esse mito com a promessa de que nós não vamos começar a aula ficando de cabeça pra baixo. É uma prática gradual e, por vezes, uma progressão lenta.

 CURIOSIDADE
O número de praticantes de yoga nos Estados Unidos chegou a mais de 36 milhões em 2015. Além disso, 34% dos norte-americanos pretendem experimentar o yoga em 2016. (Fonte)

Além disso, a prática do yoga será diferente de acordo com o professor, a turma, o país, a região e até mesmo a orientação metodológica da escola de yoga. Muitas academias oferecem aulas de yoga, mas as aulas tendem a ser mais focadas nos aspectos físicos. Aulas tradicionais de yoga são mais frequentemente encontradas em estúdios especializados de yoga, muitos dos quais se especializaram ainda em uma vertente ou estilo.

Matrícula na escola de yoga

Alguns dos estilos mais populares são Vinyasa, Hatha, Ashtanga, Iyengar, Bikram, e Kundalini, mas você pode entender melhor sobre cada um deles na nossa página sobre estilos de yoga. De qualquer forma, se você não gostou da sua última aula de yoga não desista no primeiro momento. Há muitos tipos diferentes de yoga para escolher e encontrar o caminho certo para você pode levar algum tempo.

O que você precisa saber é que o yoga funciona para todos: jovens, velhos, homens, mulheres, pessoas que trabalham em um escritório, ciclistas profissionais, corredores, pessoas que querem perder peso, donas de casa, enfim pessoas que buscam maior qualidade de vida com a prática.

Yoga para todos

Projeto Yoga na Maré oferece aulas de yoga em favela carioca

Projeto Yoga na Maré oferece aulas de yoga em favela carioca

Yoga é, em última instância, um dos melhores e mais completos exercícios para mente, corpo e alma. Todos esses elementos são importantes para a sua prática pessoal e vertem benefícios em todos os âmbitos da sua vida. Você pode começar com a prática dos ásanas e chamar isso de yoga, mas o ideal é que você traga os conceitos aprendidos para uma reflexão cotidiana, pois a prática do yoga é destinada a fundar um novo modo de vida e não apenas um novo compromisso na aula de ginástica da academia.

Após a disciplina e a paciência exigidas pela prática, sente-se a calidez da sua solicitude carinhosa por todos e respeito por toda a criação. Seu caminho é radical mas acessível a todos e nos leva ao reconhecimento de que já somos a felicidade que estávamos buscando.” – Pedro Kupfer

Yoga para iniciantesSe você é novo nas práticas do yoga, seja paciente consigo, dê os primeiros passos como um bebê que aprende a andar, faça tudo com carinho e respeite seus próprios limites. A ideia, afinal, é que você se sinta bem com cada novo aspecto que incorporar à sua prática, portanto, não atropele a ordem das coisas, mas mantenha-se firme e disciplinado nas práticas.

O yoga é uma jornada individualizada de reflexão para a autocompreensão e o autoconhecimento, levando cada um de nós a assumir um papel mais generoso e comprometido com o bem estar de si mesmo e do mundo.

Gostou? Então, talvez você se interesse em aprender um pouco mais sobre:

WE LOVE YOGA