Saúde e Equilibrio Yoga

O que devo comer antes de praticar yoga?

O que comer antes do yoga
Escrito com carinho por Yoga Sampa

Quantas vezes você já se fez essa pergunta? Ou, no caso de ser um professor, quantas vezes ouviu esse questionamento? A resposta mais difundida entre os praticantes é também a mais simples: nada. Não coma nada nas três horas que antecedem sua prática de yoga.

Durante os ásanas, especialmente os que incluem dobras abdominais para frente ou para trás, há uma pressão sobre os órgãos que pode empurrar a comida para cima, resultando em uma sensação de desconforto.

Além disso, se você fizer yoga enquanto os processos digestivos estão em pleno andamento, a maior parte da circulação sanguínea será desviada para o trato digestivo, prejudicando o desempenho da prática.

😁😁😁 Massssss espera um pouco… 😁😁😁

…essa resposta não serve para quem tem uma vida agitada e enfrenta diariamente o desafio de equilibrar horários e tipos de alimentos. A gente sente fome! Eu sei, eu sei. Então vamos a uma resposta mais, digamos, realista (e tão responsável quanto a primeira).

A influência da alimentação nas suas práticas

Se você é novo no mundo do yoga e está à procura de um novo tipo de exercício, há algumas coisas que você deve considerar antes de ir com o seu tapete para a sua prática regular. Yoga não é apenas uma maneira fabulosa de melhorar a sua mente e o seu corpo, também é uma das atividades mais recomendadas para melhorar a sua digestão.

A digestão é uma parte importante da nossa saúde e afeta o modo como nos sentimos em tantos níveis quanto se possa imaginar. Por isso, é importante realizar uma escolha consciente dos alimentos que ingerimos, pensando em apoiar a nossa digestão e dar ao corpo exatamente aquilo que ele precisa, sobretudo antes de ficar de cabeça para baixo.

Alimentação para yogaSim, o yoga envolve posturas inusitadas para o repertório que estamos acostumados a praticar no dia a dia. Entre voltas e reviravoltas, você precisa ter certeza de que a sua alimentação pré-treino não te deixará inchado, estufado, duro, pesado – hehehe -, mas que você terá, por outro lado, as energias necessárias para investir naqueles esforços.

Pelo amor de Krishna, prezamos pela saúde e bem-estar, não precisa sair de casa faminto para desmaiar na sua aula de yoga. O jejum perturba os seus níveis de açúcar no sangue e pode diminuir o seu metabolismo, o que leva, inclusive, à perda de massa muscular. (Ok, agora conquistamos os atletas!)

Portanto, vamos descobrir quais os melhores alimentos para sentir-se leve e forte ao mesmo tempo.

Dicas sobre como escolher os melhores alimentos Pré-Yoga

Nosso foco nessa lista é reunir alimentos que são: fáceis de digerir, leves para o estômago, não muito pesado em proteína ou gordura, e que não contenham carboidratos simples (como açúcar e cereais). Pense em alimentos que contêm fibras solúveis (que é lento para digerir), pequenas quantidades de gorduras saudáveis e proteínas, e alimentos que são amigáveis para o controle dos níveis açúcar no sangue. Equilibrar um pouco de proteína leve com alguns carboidratos de fácil digestão é outra boa opção para sustentar os níveis de açúcar do sangue e impedir a perda de massa muscular.

Então, o que exatamente você deve comer antes de fazer os seus Ojasánas (ou as famosas “invertidas”)? Bom, é importante lembrar que cada organismo funciona de um jeito muito particular, e que as melhores recomendações podem ser feitas por nutricionistas. Mas essas são algumas ótimas sugestões gerais que você pode experimentar para ver como elas funcionam para você.

1. Banana e iogurte vegano

Banana antes da aula de yoga

A banana contém fibra solúvel, que digere devagar e não levaria ao aumento de seu nível de açúcar no sangue. Bananas também são amigáveis para o estômago, e os seus açúcares naturais vão ajudar a sustentá-lo através de sua prática de exercícios. No corpo, as bananas agem como um amido, devido ao seu caráter vinculativo, o que significa que não vão perturbar seus níveis de açúcar no sangue, como aquelas bebidas açucaradas que se dizem pré-treino.

Bananas também contêm potássio, vitamina B6 para a energia, e até mesmo os açúcares naturais que atuam como pré-bióticos para alimentar bactérias boas. Combinar uma banana a um iogurte sem açúcar (se possível, um iogurte vegano), que contém culturas vivas para alimentar as boas bactérias, ajudará a sustentá-lo ainda mais e a apoiar a sua digestão no período certo.

2. Pão rico em grãos

Pães ricos em cereais antes de praticar yoga

Se você não tiver à disposição frutas e torradas, os brotos e grãos podem ser uma ótima saída para reunir alguns carboidratos saudáveis. Seu corpo precisa de um pouco de carboidratos antes de um treino, caso contrário, você corre o risco de perder sua reserva de energias e passar por um treino de forma não tão vigorosa.

Pão com grãos germinados é uma opção mais saudável do que o pão refinado da prateleira. Pães com baixos níveis de farinha branca contém uma pequena quantidade de proteína e enzimas naturais para apoiar a sua digestão. Se possível, tente acrescentar porções de amêndoa crua, para reduzir o efeito glicêmico do pão e adicionar um pouco de proteína e fibra.

3. Frutas secas e barras de cereais

Coma frutas secas e barra de cereais antes do yoga

Barras de frutas e nozes secas que não contêm açúcares são uma ótima opção pré-treino. A fruta seca irá lhe fornecer energia e as castanhas in natura da barrinha vão ajudar a digerir mais lentamente os açúcares das frutas.

Escolha uma barra de cereais que não contenha mais do que 200-300 calorias, para não comprometer o seu estômago. Além disso, tente encontrar aquelas que contêm apenas frutas secas e nozes ao invés daquelas com xaropes ou néctares adicionados. Você também pode fazer suas próprias barras energéticas em casa, é bem fácil, outra hora falamos disso.

4. Um pouco de suco verde

Tome um suco verde antes do yoga

Uma pequena porção de suco verde é outra grande ideia para o pré-treino. Tente usar apenas ingredientes verdes para apoiar o açúcar no sangue e considere adicionar um par de rodelas de abacate, uma colher de sopa ou duas de chia ou cânhamo, ou um pouco de açaí congelado para garantir uma porção de gordura saudável.

As gorduras saudáveis ajudam a absorver os nutrientes do suco verde e regulam os seus níveis de açúcar no sangue. Você pode adicionar um pouco de proteína vegetal como opção, junto com algumas frutas de baixo índice glicêmico, como frutas vermelhas, metade de uma banana, ou metade de uma maçã verde.

5. Farinha de aveia ou quinoa com bagas

Coma farinha e quinoa antes do yoga

Aveia é um grão fantástico para se comer antes do yoga, mas tente fazê-lo pelo menos uma hora antes do treino para que ela tenha tempo de ser digerida corretamente. Aveia contém fibras solúveis, que digerem muito lentamente na corrente sanguínea e é extremamente rica em magnésio para apoiar seus níveis de energia e evitar cãibras musculares. Farinha de aveia também é rica em vitaminas B e um dos mais deliciosos grãos para desfrutar.

Se você não tiver farinha de aveia ou se pratica uma dieta livre de grãos, as sementes quinoa são outra ótima opção, uma vez que são ricas em proteínas, tanto quanto a aveia. Considere adicionar ao seu mingau de aveia ou quinoa algumas bagas ou arils de romã, para incluir produtos frescos em sua refeição, e talvez acrescentar um pouco de linho terreno para garantir fibra extra e ácidos graxos ômega 3. Restrinja-se a uma porção de cerca de 1/3 de copo para não sentir o estômago pesado na hora da prática de yoga.

Bônus: combinações rápidas

a. Uma porção de nozes + um pequeno pedaço de fruta

Nozes é um ótimo alimento pré-yoga

Você obterá proteínas, gorduras saudáveis, vitaminas essenciais, minerais e uma dose extra de energia com um pedaço doce de fruta.

b. Duas fatias de queijo suíço/branco e metade de uma fruta cítrica

Duas fatias de queijo e frutas cítrica

Proteína e gordura para saciar, mais alguma fibra da fruta. Proteínas e ácidos trabalham muito bem juntos – eles digerem com eficiência, de modo que você nunca se sentirá sobrecarregado com um combo desses.

c. Uma pequena salada verde salpicada com queijo feta e sementes de abóbora

Salada verde e queijo feta antes do yoga

Salada verde não tem segredo, faça como preferir. Para temperar basta misturar 2 partes de azeite e 1 parte de suco de limão. Adicione um fiozinho de mel e suas ervas favoritas e desfrute!

Dicas universais de alimentação para yoguis

Yoga dicas de alimentação

Muito bem, aprendemos dicas valiosas de alimentação para quem pratica yoga. Mas se você estiver mesmo obstinado a adotar uma nova vida, transformar seus hábitos e encarar o yoga como uma filosofia de vida, mais do que o par de aulas semanais, aqui vão alguns preceitos universais de uma alimentação consciente e responsável:

  • Dê ênfase a alimentos de fácil digestão como crus, grãos integrais e alimentos orgânicos;
  • Coma para a nutrição e não para o gosto;
  • Consuma doses diárias de frutas frescas e nozes para trazer a energia necessária;
  • Diminua gradualmente o consumo de carne;
  • Coma e beba com moderação;
  • Evite alimentos condimentados.

O outro lado da moeda

O que comer antes do yoga?

Para aqueles que se sentirem melhor com os dizeres iniciais desse texto, sobre as práticas serem realizadas em jejum, separamos algumas dicas simples:

Quem faz yoga de manhã

Ao acordar tome um copo de suco de limão fresco em água morna juntamente com uma colher de mel. Isso é tudo o que você precisa antes de uma prática de yoga. Quem está habituado a tomar chá pode manter o consumo de metade de um copo de chá, mas deve tentar reduzir o consumo gradualmente. Não coma até 30 minutos após a aula. Depois de meia hora de sua prática de yoga beber um copo de leite quente ou suco de frutas.

Quem faz yoga a noite

Não coma em até 3 horas antes de sua prática de yoga. No almoço, comer alimentos de fácil digestão, como sopas, brotos, frutas e legumes. Evite fritos, carne e alimentos de grãos pesados. Não coma nada durante pelo menos 30 minutos após a aula de yoga.

Conclusão

Se você começou a fazer yoga agora, não tente modificar seus hábitos alimentares de um dia para outro. Não é aconselhado que se façam alterações repentinas em sua dieta, mas sim que evolua gradualmente para a ‘forma yogue de comer’ (é só uma maneira de falar, tá bem? Não existe nenhuma restrição alimentar aos praticantes de yoga). Isto irá mantê-lo saudável e economizar toneladas de dinheiro hoje gastos com a sua cultura junk food.

À medida que você se tornar mais autoconsciente com a prática de yoga, você será capaz de exercer maior controle sobre sua alimentação. Sua necessidade de comida também é reduzida, bem como se desenvolve uma melhor contenção para evitar a compulsão alimentar. Tente entender os princípios básicos da dieta de yoga e viva feliz. Coma bem, sinta-se bem, isso é o que importa.

 

Deixe um comentário ;)

WE LOVE YOGA